21 agosto 2010

ocular

um olho
difere do
outro me
espia meu
olho voyeur
dois olhos
um ser
gêmeos
univitelinos 
fantasiados
de pessoa 
apesar
dos olhares
específicos
cada olho 
retém o
olhar total
terceiro olho
cinematográfico
plural
reivindica
singularidade 
visual
um olho
deseja
outros
olhos
olhos
na carne
olhos nús
de óculos
em cada olho
olhos infinitos
míopes
astigmáticos
cegos
olhos no olho a
olho nos olhos
coloridos
mágicos
robóticos
olho cada olho
como se fossem
códigos semi
óticos olhos
de medusa
caleidoscópicos
olhos gelatinosos
dentro dos olhos
embora
pisquem
ao mesmo
tempo sobre
o mesmo
objeto referente
cada olho
câmera-nós
enxerga
um olho
diferente
do outro
enquanto
dois olhos
imaginam
miragens
outro olhar
fotografa
esta imagem

2 comentários:

Lilah Gondim disse...

Um olho chama-se Zé e o outro José.

Erika M. disse...

Gostei demais do espaço.
Olharei mais vezes. =]